Como tomar as melhores decisões? Dicas incríveis para você.

Tomar algumas decisões pode ser simples para algumas pessoas, mas não para outras. Que tal umas dicas? Continue aqui.
Anúncios


Como tomar as melhores decisões
Fonte: Google

Algo incontestável e imutável é a capacidade complexa de “ser” do humano. Nesse sentido, cada indivíduo, tem à sua maneira, uma forma para reagir as situações que são dos diferentes dos outros. Logo, uma mesma situação pode gerar várias tomadas de decisões por pessoas distintas, mesmo que não traga o mesmo resultado. Mas como tomar as melhores decisões no dia a dia? Não se espante se neste exato momento você também foi surpreendido(a) com este questionamento.

Não existe nada de estranho em questionar se as decisões tomadas durante o cotidiano são, de fato, as melhores. Afinal, somos complexos, além de questionadores em cada ponto determinante de nossas vidas. No entanto, a tomada de decisão pode causar um processo de insatisfação na autoavaliação, isso pode desencadear algo ainda pior que o próprio resultado quanto à escolha.

Desse modo, compreender que as decisões são um ponto chave para viver em harmonia consigo e com os outros pode ser o primeiro passo. No final, estas podem até determinar um resultado não esperado, contudo, durante o processo não será desgastante ou sofrido.

Por isso, antes de pensar na decisão que deve ser tomada, porque não “aceitar” o processo até o resultado? Pensando nisso, na preservação do estado de liberdade no processo e em como tomar as melhores decisões. Nossos especialistas trouxeram este artigo para alavancar suas escolhas e não se limitar ao processo. Sendo assim, é hora que concentrar seus esforços nos próximos tópicos e acompanhar as dicas valiosas aqui. Vamos lá compreender mais sobre o assunto?

Sigamos juntos.

Os desafios de tomar decisões

Como dito; o ser humano é complexo, todos os dias são milhares de decisões a serem tomadas, desde a escolha do que usar ao que comer. Assim, algumas pessoas preferem “eliminar” algumas escolhas com simples decisões. Mas isso é possível? Claro!

Por exemplo, figurar como o Mark Zuckerberg, optam por usar roupas mais sóbrias e de cor única, assim, economizam tempo e cérebro para as escolhas mais complexas. Logo, a melhor escolha para as opções cotidianas pode ser a minimização destas. Assim, as escolhas mais complexas devem ser tomadas no início do dia – ao acordar, por exemplo.

Desse modo, com a cabeça livre, pensar nas complexidades da escolha pode ajudar nas melhores decisões. Portanto, como tomar as melhores decisões? É importante dizer que existem alguns recursos que podem auxiliar, contudo, ao final será sempre você a determinar as coisas.

Nesse rumo, que tal começar por uma listagem simples com uma classificação de prioridades? Por exemplo:  trabalho, finanças e vida (privada e social). Você está se perguntando por que trabalho é o primeiro da lista, não é? Simples. O trabalho interfere diretamente nos outros setores; finanças e vida, portanto, exige decisões mais complexas.

Como tomar decisões melhores?

Ninguém disse que tomar decisões seria algo simples ou uma receita pronta – como essas de bolo. No entanto, podemos afirmar que existem regras que podem reduzir os danos em seus resultados precipitados ou errôneos. Por isso, listamos algumas dicas a seguir:

Tempo não é tudo: decisões devem ser tomadas diariamente, por isso, não adianta adiar suas escolhas por muito tempo. Ou seja, algumas pessoas fogem de determinadas decisões por temerem os resultados, mas isso apenas as deixa sem saída ou com problemas maiores.

Assim, mesmo quando você DEIXA de decidir estará decidindo não aproveitar as oportunidades. Logo, não demore muito tempo para fazer suas escolhas;

Decida o que quer: nesse ponto é importante esclarecer que tomar uma decisão é avaliar três pontos em conjunto; valor pessoal, ganhos futuros, desconexão com a dor. Ou seja, ainda que você não queria admitir – além do calor da emoção, as decisões sempre envolvem estes pontos.

Desse modo, antes de efetuar uma escolha, avalie o valor pessoa que ela pode trazer, quais seriam os ganhos futuros e o que terá de abrir mão – a dor da desconexão;

Concluindo

Como tomar as melhores decisões
Fonte: Google

Decisões difíceis e importantes: quando uma coisa habita sua cabeça por muito tempo, geralmente, causa um certo desconforto ou desgaste, não é? Isso pode acontecer com uma decisão complexa, difícil e importante.

Porém, como tomar as melhores decisões? Que tal começar por tirá-las de sua cabeça! Assim, utilize um papel, uma ferramenta – Excel, bloco de notas entre outras, para visualizar melhor como iniciá-la e qual o resultado esperado.

Por fim, utilize os pontos de: porquê, para que e a probabilidade, busque a objetividade, a clareza e os riscos aceitáveis. Logo, questionar de maneira positiva, sempre perguntando o que seria melhor para aquele resultado ou ainda como convertê-lo em algo reaproveitável. Dessa forma, seus resultados serão os mais satisfatórios.

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos, familiares e em suas redes sociais. Em seguida, retorne ao nosso blog e aproveite nosso conteúdo sobre o universo das finanças e investimentos. Esperamos por você! Memivi; melhorando a sua vida.