10%15%20%25%30%35%40%45%50%55%60%65%70%75%80%85%90%95%100%

Como economizar em tarifas bancárias?  

Que tal aprender a negociar as tarifas bancárias e economizar um pouco mais?! Continue aqui e saiba mais.

Como economizar em tarifas bancárias
Fonte: Google

Hoje em dia é complicado não pensar na palavra economia! Ainda mais quando pensamos na crise vivida pelo país, a cada momento, nós consumidores, somos obrigados a pagar mais por algum produto. Seja ele o gás de cozinha, a gasolina ou mesmo por alimentos. Por isso, buscamos economizar em TUDO, mas como economizar em tarifas bancárias? 

Parece complicado, não é?  E isso se tornar mais evidente quando você não percebe o que de fato paga de tarifas ao seu banco por utilizar serviços “simples”. Logo, não adianta você focar na economia doméstica – água, luz, gás e outros, e esquecer de quem silenciosamente cobra tarifas do seu capital.  

Talvez neste momento você esteja se perguntando: “como o banco pode cobrar tarifas sem que eu saiba?”

Não se assuste com a resposta, no entanto, a maioria dos brasileiros não percebem as tarifas cobradas pelos bancos. Desse modo, deixa passar – despercebido, a cobrança mensal, semestral ou anual desses valores.

Diante disso, é importante que você possa ter consciência daquilo que é cobrado – devidamente ou não, pelos serviços usados.  

Já que uma coisa é certa: Ninguém será isento de tarifas bancárias se tiver que renunciar a serviços ou benefícios, afinal, as instituições financeiras lucram com estas cobranças. Sendo assim, o que você pode fazer é “barganhar” ou “mudar de banco”. Portanto, nossos especialistas trazem alguns alertar e dicas para te ajudar a economizar com tarifas bancárias.  

Vamos lá! 

Quais tarifas bancárias não podem ser cobradas?  

Uai! Como assim? Pois é, existem tarifas bancárias são autorizadas a cobrança e isto é feito pelo BC – Banco Central. Sendo assim, é importante que você conheça quais podem ou não serem cobradas. Vale ressaltar que as regras se aplicam apenas as contas vinculadas a pessoas físicas – contas pessoais; assim, as pessoas jurídicas – contas empresariais, não são contempladas por estas regras.  

Portanto, as tarifas cobradas pelos bancos fazem parte de um pacote serviços, dentre eles, existe o pacote “básico” que não podem ser tarifados.  Assim, os serviços que fazem parte do pacote básico podem ser usados pelo consumidor já que são isentos de tarifa. Desse modo, você deve atentar aos serviços bancários deste pacote, com certeza, poderá economizar nas tarifas bancárias.  

Por isso, vamos elencar alguns serviços que devem ser usados, no entanto, atente que os bancos não são obrigados a fornecer estes serviços, contudo, caso o façam, não podem cobrar tarifas bancárias por eles. OK?! Por isso, atente as regras: Conta bancária pessoa física serviços isentos de tarifas bancárias: 

  • Duas vias de cartão de crédito ou débito (pode cobrar por roubo, extravio ou quando o cliente der origem a substituição); 
  • 04 Saques mensais nos terminais de autoatendimento; 
  • 02 Saques mensais para conta poupança; 
  • 02 Transferências para o mesmo banco – TED ou DOC; 
  • 02 Extratos de movimentação nos últimos 30 dias;  
  • 10 folhas de cheques por mês (se o serviço estiver ativo na conta do cliente);  
  • 01 Extrato anual detalhado com todas as tarifas cobradas (deve ser apresentado até 28/02 de cada ano);  
  • Transferências PIX; 
  • Qualquer outro serviço oferecido por meio eletrônico: internet banking, caixas eletrônicos e outros; e 
  • Nenhuma compensação de cheque. 

Como economizar em tarifas bancárias cobradas? 

Agora que você conhece as regras aplicadas para contas de pessoas físicas e quais serviços bancários podem ser isentos de cobrança. Chegou o momento de compreender como economizar naqueles que devem ser cobrados. Por isso, atente: o limite de cobrança destes serviços não é aplicado ou regulado pelo BC. Desse modo, cada banco cobra o valor que acha justo.  

Assim, temos nosso primeiro ponto positivo! Se existe uma liberdade para fixar os valores, isso significa que existem bancos que menos que outros. Correto? Isso mesmo, alguns bancos cobram valores menores que outros, logo, será nossa primeira opção para reduzir os custos de cobrança. Veja as seguir as táticas de economia:  

De olho na negociação: avalie qual banco oferece as menores taxas e tarifas. E isso é uma tarefa bem simples, você só precisa visitar a página das instituições financeiras e buscar por “tarifa e serviços”. Feito isso, anote ponto a ponto, depois procure seu gerente e converse com ele comparando os valores e deixando claro que caso não reduza as tarifas bancárias, você irá mudar de banco.  

Opções e bancos: com o avanço da tecnologia, hoje em dia, existem várias maneiras de acessar aos serviços bancários. Inclusive por meio das fintechs ou bancos digitais. É óbvio que tais serviços não são 100% iguais aos bancos tradicionais, no entanto, se você quer economizar em tarifas bancários. Com certeza, eles são uma opção. Por exemplo: Nubank, Banco Inter, Neon, Iti do Itaú, Next do Bradesco, são instituições que isentam o consumidor destes serviços ou reduzem os valores.  

Conclusão

Como economizar em tarifas bancárias
Fonte: Google

Reveja seu saldo e serviço: por fim, observe o que você realmente USA e o que simplesmente está ativo sem ser usado e sendo cobrado. Por isso, solicite ao banco seu extrato anual de tarifas, depois, faça avaliação dos serviços usados e seus valores.

Caso não tenha uso ou o mesmo serviço é disponibilizado pelo meio eletrônico (gratuito) passe a utilizá-lo com mais frequência. Por exemplo, porque emitir extratos (mais de 02 por mês) se você pode acessar ao internet banking ou caixa eletrônico e visualizar sua movimentação? Além rápido e simples é mais inteligente.  

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos, familiares e em suas redes sociais. Em seguida, retorne ao nosso blog e aproveite nosso conteúdo sobre o universo das finanças e investimentos. Esperamos por você! Memivi; melhorando a sua vida.