Empreendimento feminino, busca por crédito aumentaram

Empresas lideradas por mulheres aumentam no país; cresce também os empréstimos coletivos por parte das empreendedoras. Saiba mais!
Anúncios


empreendimento feminino
Fonte: Google

Por conta da pandemia, mais de 7 milhões de mulheres tiveram que abandonar o mercado de trabalho. Dentre essas, algumas foram demitidas, mas outras tiveram que abandonar seus empregos devido situações como a de não ter com quem deixar filhos pequenos; que antes ficavam em creches ou em tempo integral nas escolas.

E como de costume, em casos como esses, são as mulheres que têm que abrir mão da carreira para dar suporte em casa. No entanto, o “sexo frágil”, que de frágil não tem nada, tem mostrado bastante forte em diversas situações na sociedade. Aliás, uma das atuações principais do público feminino são em questões financeiras, na qual tem ajudado no orçamento doméstico e contribuído para economia do país.

Portanto, a participação das mulheres no empreendedorismo tem aumentado. Além disso, elas têm demostrado resiliência diante da crise, inovando e ainda cuidando das famílias. Também tem chamado atenção a quantidade de empresas lideradas por mulheres com aprovação de crédito no mercado.

Dentre as muitas opções disponíveis, tem destacado a modalidade de empresas que buscam capital de investidores. Para se ter ideia, o percentual desse tipo de crédito aprovado no Brasil era de 40% no ano passado, em relação aos últimos 4 anos; mas as empresas com mulheres na liderança eram de 30%, do total dos negócios com aprovação de crédito.

Esses são dados da fintech Nexoos empréstimos, que faz a conexão entre empresas que buscam crédito e investidores, que também mostrou o crescimento das mulheres empreendedoras no país.

Logo, em 2020 cerca de 38% das empresas com quadro societário composto por mulheres solicitaram crédito, em seguida a solicitação da indústria, que foi de 10%; enquanto 8% das empresas que atuam nas áreas de comunicação e informação solicitaram esse tipo de serviço.

Empréstimos no setor dos empreendimentos femininos

Existem muitas plataformas que oferecem este serviço no mercado; os empréstimos entre pessoas podem ser feitos online, de forma rápida e simples. Além disso, algumas instituições não exigem garantias como carros e imóveis; facilitando a aprovação do crédito, principalmente do público feminino. Uma vez que, cerca de 60% das aprovações de empresas lideradas por mulheres são de empreendedoras com idade entre 29 e 49 anos.

De acordo com Daniel Gomes, CEO da Nexoos, desde o início das operações da empresa, é possível notar um aumento gradativo nas empresas com mulheres no quadro societário. Especialmente no público mais jovem com idade entre 20 e 39 anos; além disso, as jovens têm investido em cursos ligados a estética, beleza, vestuário, calçados, assim como na área de alimentos, e também tecnologia.

As opções de empréstimos coletivos vão desde valores menores como R$ 10 mil, podendo chegar à R$ 500 mil, além das condições de pagamento, que também variam de acordo com a necessidade do cliente. No mercado também é possível encontrar outros programas de incentivo ao crédito, direcionado as empresas, principalmente para os pequenos e médios negócios, com juros mais baixos.

Empreendimento feminino

A importância do empreendimento feminino não é apenas na realização pessoal, mas os novos negócios têm gerado empregos e movimentado a economia local. As empresas vão além de apenas estética ou vestuário, mas em todo Brasil surgem negócios nas áreas de tecnologia, educação, vendas, artesanato e diversos tipos de serviços.

A força feminina mostra a capacidade das mulheres em superar os desafios de empreender no Brasil, conciliando múltiplas tarefas em suas casas. Além da necessidade financeira, outros fatores influenciam na decisão por abrir o próprio negócio. Por exemplo:  desejo de realizar sonhos, almejar o melhor para a família, trabalhar com que ama, ser independente tendo renda própria e também o desejo da liberdade.

Portanto, o avanço do empreendimento feminino é fruto da luta de inúmeras e incansáveis lutas por igualdade e espaço no mercado. Mas em pleno século XXI os obstáculos ainda são grandes, e mesmo as mulheres representando 52% da população, a ocupação por posições de destaques em empresas por exemplo é de apenas 13%. Sendo assim, as mulheres empreendedoras contribuem para a construção de uma sociedade mais justa.

Avanço no setor para empreendimento feminino

Empreendedoras
Fonte: Google

Talvez você que esteja lendo este artigo é uma pessoa (ou conhece alguém), que tem talentos e conhecimentos, mas falta um “empurrãozinho” para começar a empreender; e são muitos os obstáculos, principalmente financeiros. No entanto, parte das empreendedoras de sucesso deram início as atividades com poucos recursos, enquanto outras tinham capital, mas não o conhecimento e habilidade.

A dica é simples, descubra o que ama fazer. Em seguida, faça uma pesquisa do ramo que deseja atuar, dependendo do segmento pode estar saturado, e para sobressair será preciso diferenciais. Além disso, “comece de baixo”, muitas empresárias de sucesso iniciaram suas atividades em pequenos espaços nas próprias residências, com divulgações em redes sociais e amigos. Na internet existem também vários cursos gratuitos de diversas áreas, além dos incentivos de empresas como o Sebrae.

Gostou do nosso artigo? Então, não deixe de compartilhar em suas redes sociais, com os seus amigos e ainda com os seus familiares. Em seguida, aproveite outros conteúdos para entender melhor sobre finanças, investimentos e conhecer serviços como, por exemplo; cartões de crédito, conta digital e empréstimo, tudo aqui em nosso blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *