10%15%20%25%30%35%40%45%50%55%60%65%70%75%80%85%90%95%100%

Ferramenta criada pelo Banco Central exibe quantias esquecidas. 

O retorno da ferramenta criada pelo Banco Central, permitirá que os correntistas busquem por quantias esquecidas. Entenda aqui!

Investimento em renda variável
Fonte; Banco Central do Brasil – BC

Após ter passado vinte dias sob suspensão, a ferramenta criada pelo Banco Central voltou a funcionar. Para quem não conhece essa ferramenta, trata-se de um mecanismo usado para exibir quantias esquecidas. Principalmente por pessoas que tem o costume de depositar alguma quantia em contas poupança, por exemplo! Por isso, essa ferramenta é tão importante, pois, permitirá que os clientes de vários bancos possam buscar pelo valor esquecido usando o mecanismo. 

Nesse sentido, para poder buscar por esses valores será necessário ter um login com o nível prata ou ouro para poder acessar o serviço no site do governo. O BCB, criou esse critério com níveis de verificação para que não haja golpes. Nos dias atuais, a quantidade de golpes virtuais vem aumentando consideravelmente.  

Por isso, para poder ter acesso a ferramenta criada pelo banco central é necessário passar pelos níveis de verificação. Assim como, o nível de confiabilidade, além dessas etapas existe a validação facial através de um aplicativo. Depois de passar pelos níveis, a ferramenta deverá cruzar os dados que você informou com os dados cadastrados. 

Vale ressaltar que, a ferramenta criada pelo banco central que pode ser chamada de Sistema Valores a Receber – SVR se encontrava com os seus serviços suspensos. Devido a quantidade de demanda que site teve, resultou em uma queda no sistema.

Por isso, a ferramenta foi suspensa, então, para poder resolver o problema o banco precisou elaborar um site apenas para o serviço. 

Veja mais a seguir.

Valores esquecidos 

Segundo um levantamento do Banco Central, hoje, cerca de 10 milhões de pessoas possuem alguma quantia esquecida nas instituições financeiras que possuem uma conta corrente. Desde que o banco anunciou a retomada desse serviço aproximadamente 86.997.576 brasileiros acessaram a plataforma para fazer a consulta desses valores. Vale ressaltar que, o principal objetivo do BCB é movimentar esses valores que estão esquecidos. Trata-se de uma tentativa de ajudar na recuperação da economia do país. 

No entanto, dos 86.997.576 brasileiros que acessaram a plataforma para fazer a consulta cerca de 69.224.557 pessoas não possuem valor algum para fazer o saque. Mesmo assim, a partir do mês de maio esses brasileiros podem fazer novas consultas, informou a instituição. No caso das pessoas que tiveram uma resposta positiva em suas pesquisas, elas podem solicitar a transferência do valor. 

Assim que o valor resgatado estiver disponível a transferência será possível, isso quer dizer que, no mês de março as transferências serão liberadas. Vale ressaltar que, as datas para pesquisas foram definidas nas datas de nascimentos dessas pessoas.

Então, as quantias podem ser de contas que foram fechadas, até mesmo restituição de cobranças que não foram comprovadas. Ou seja, cobrança indevida, portanto, o consumidor pode exigir a restituição. Ainda segundo o Banco Central existem aproximadamente R$ 8 bilhões em quantias esquecidas! 

Consulta e resgate do valor

Segundo informou a instituição, as solicitações de resgate desses valores estarão disponíveis nos meses de março. Sendo assim, depois da realização do agendamento o banco recomenda que os cidadãos voltem a consultar a plataforma para prosseguir com o procedimento de resgate do valor. No entanto, caso o cliente não retorne ao site na data prevista será necessário remarcar uma nova consulta.  

Ainda assim, não há necessidade de preocupação caso você venha a perder a data, basta acessar a plataforma para marcar uma nova data. Nesse contexto, o consumidor jamais perderá o direito de receber o valor esquecido. Pois, os bancos guardam o recurso pelo tempo que for preciso. Sendo assim, basta solicitar a devolução que o procedimento será realizado! 

Desse modo, caso você tenha alguma quantia para receber basta seguir o passo a passo. Em seguida, uma data para fazer o resgate do valor será informado. Assim como outros serviços digitais, esse pode ser alvo de criminosos, desse modo, é preciso ter cuidado para não cair em golpes. Esteja atento com relação a links suspeitos, boa parte dos golpes que são aplicados hoje possuem links. 

Ferramenta criada pelo Banco Central 

Ferramenta criada pelo Banco Central
Fonte: Google

Assim como mencionei antes, essa ferramenta criada pelo Banco Central permite que os usuários de contas correntes façam consultas sobre valores esquecidos. Então, Sistema de Valores a Receber – SVR é uma ferramenta elaborada para facilitar a busca de valores que foram esquecidos. Pois, alguns bancos não conseguem informar para o correntista a existência daquele valor.  

Ainda nesse sentido, o BCB considera quantias esquecidas quando essas situações ocorrem: Obrigações ou parcelas relativas a operações de crédito que foram indevidamente cobradas. Além disso, existem as contas poupança ou correntes que foram encerradas onde o correntista esqueceu de sacar o valor disponível. 

Por fim, os correntistas precisam ficar atentos, pois, nenhum tipo de depósito é pedido pelo Banco Central para fazer a transferência dos valores. Além disso, os correntistas que solicitarem o resgate do valor sem informar o PIX poderá ser contatado pelo banco. Nesse caso, a instituição não precisa saber os seus dados pessoais. 

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos, familiares e em suas redes sociais. Em seguida, retorne ao nosso blog e aproveite nosso conteúdo sobre o universo das finanças e investimentos. Esperamos por você! Memivi; melhorando a sua vida.