Fintechs de Pagamento: aumento do modelo de Startup

Neste artigo, vamos acompanhar o desenvolvimento das Fintechs de Pagamento no País, segundo o relatório de Economia Bancária do Banco Central. Leia mais abaixo!
Anúncios


Fintechs de Pagamento
Fonte: Google

A função de uma Fintech de Pagamento, é basicamente facilitar todo o processo que envolve compras e vendas de bens e serviços, ou seja, as Fintechs de Pagamento é um Modelo de Startup que mais se aproxima da utilização cotidiana de um consumidor final no Brasil atualmente, é um Modelo de Startup que tem obtido crescimento acelerado desde 2020.

Esse modelo de Startup, têm obtido esse crescimento acelerado devido a um diferencial muito importante que são as máquinas de cartão de crédito, sem exigência de aluguel e muitas outras opções distintas para cartões de crédito, como por exemplo os cartões pré-pagos, pois, a proposta de uma Fintechs, é de simplificar os processos burocráticos, trazendo mais praticidade e eficácia para a vida do consumidor.

A utilização das Fintechs de Pagamento, possibilita a realização de compras online sem que o consumidor precise obter uma conta em uma instituição financeira ou fazer o pagamento de um boleto sem precisar se locomover até um caixa eletrônico, pois hoje em dia quanto mais praticidade e eficácia, mais clientes você terá!

Tendo em vista a chegada de tecnologias cada vez mais avançadas, permitindo uma descentralização do poder financeiro, por isso, as Fintechs de Pagamento têm investido em infraestrutura de larga escala dos meios digitais disponíveis atualmente, para disputar com as instituições financeiras tradicionais de igual para igual.

Impacto das fintechs de pagamento no setor financeiro

As Fintechs de Pagamento, representam hoje uma das maiores forças do mercado financeiro tanto no Brasil como em outros países, desde o seu surgimento, poucas instituições financeiras oferecem as facilidades que este Modelo de Startup possui, sendo assim, para competir com as Fintechs os bancos mais antigos têm criado novas formas de compensação, devido às inovações constantes dessas Startups no setor, tem causado um impacto positivo desde a sua criação.   

Um desses impactos importantes que a Fintech de Pagamento trouxe, foi a conscientização de muitas pessoas em relação às suas vidas financeiras e como elas podem desenvolver de uma maneira mais rentável, com as constantes paralisações e mudanças provocadas pela pandemia do novo coronavírus, muitos consumidores andam se perguntando: “qual seria a melhor alternativa financeira” ou “qual a melhor maneira de conduzir as finanças dado o momento de crise?”

De fato, quanto mais tempo durar a pandemia do novo coronavírus, mais “confortáveis” as pessoas tendem a ficar e mais adaptadas elas estarão com relação às novas alternativas de financiamento como por exemplo, empréstimos, gestão de patrimônio, ativos e recebimentos digitais, desde o início da pandemia.  

Expansão das fintechs de pagamento no país

Desde o ano passado, temos acompanhado o crescimento da tecnologia de maneira acelerada e com esse crescimento o número de Fintechs de Pagamento atuantes no Brasil aumentou cerca de 26%, segundo economistas a projeção é de que esse crescimento em 2021 chegue a 28% no final do ano, à vista disso, no ano passado segundo um levantamento feito pelo Banco Central haviam 190 Fintechs atuantes no setor financeiro do país.

O BCB destacou que a expansão dos direitos relacionados às transações deste tipo seja ainda maior este ano, dado o impacto positivo entre os anos de 2018 e 2020, a expansão dos direitos nas instituições ligadas a bancos mais antigos chegou a 10%, contudo. Esse crescimento em outras instituições foi de 349%, ou seja, maior que os bancos tradicionais.

Desse modo, percebemos uma captação recorde de investimentos das Fintechs de Pagamento no país em 2020, segundo economistas este Modelo de Startup captou só em 2020 cerca de US$ 1,9 bilhão em comparação ao ano de 2019 que contabilizou 114 fintechs no país. Dentre os investidores que injetaram capital nesses modelos de Startup estão os alguns bancos de Wall Street e fundos Private Equity, mesmo em meio a crise da pandemia do novo coronavírus.

A Fintecização de tudo

Fintechs de Pagamento
Fonte: Google

Como podemos observar, o crescimento das Fintechs de Pagamento segue em andamento desde antes da pandemia do novo coronavírus, atualmente os serviços financeiros estão cada vez mais práticos e rápidos em também estão por toda parte, ou seja, hoje em dia é muito fácil, você encontrar uma instituição financeira que se adeque ao seu perfil, esta tendência não deve parar.

Pois a demanda por dados tem se tornado cada vez mais acelerada, uma linha direta de acesso às finanças dos consumidores fornece cada vez mais fluxos de receita massivos, que incluem dados pessoais confidenciais e valiosos, facilitando cada vez mais a vida dos usuários, pois hoje em dia você pode fazer praticamente tudo pelo celular, graças a facilidade, eficácia e agilidade das Fintechs de Pagamento.

Contudo, vale ressaltar que as instituições financeiras têm trabalhado para proteger com mais eficácia estes dados, também é muito importante que essas instituições sejam muito cuidadosas em relação a expansão desse Modelo de Startup, pois tendo em vista o grande avanço da tecnologia, os gestores têm pressa em fazer com que essa expansão aconteça, porém se tratando de finanças é preciso haver planejamento sempre! 

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos, familiares e em suas redes sociais. Em seguida, retorne ao nosso blog e aproveite nosso conteúdo sobre o universo das finanças e investimentos. Esperamos por você! Memivi; melhorando a sua vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *