Modalidade de pagamento PIX ganha mais uma função!

Recentemente, o Banco Central anunciou mais uma função para a modalidade de pagamento PIX. Fique por dentro!
Anúncios


Modalidade de pagamento PIX
Fonte: PIX

Depois de ter batido recorde no país em número de transações na véspera dos dias dos pais em 2021, o Banco Central anunciou que a modalidade de pagamento PIX, terá mais uma opção, o QR pagador onde os usuários poderão fazer tanto transferências como pagamentos sem a necessidade de estar conectado à internet. 

Desse modo, os usuários poderão utilizar a sua chave PIX mesmo sem ter acesso a internet, e para isso bastará enviar um QR Code para a pessoa que você deseja fazer a transferência ou até gerar um QR Code impresso para que o pagamento seja feito sem o celular – por terceiros ou até mesmo por você. 

Contudo, antes de sabemos um pouco mais sobre esta novidade na modalidade de pagamento PIX. Precisamos entender, o que é e como funciona o QR Code pagador. Está função foi anunciada pelo BCB no mês de abril deste ano, o QR Code foi criado para permitir que o PIX pudesse ser usado sem que fosse preciso o usuário estar conectado à internet.  

Com o QR Pagador será possível inverter o processo de pagamento na modalidade de pagamento PIX, por exemplo, atualmente o recebedor apresenta um QR Code e o cliente ou pagador faz o pagamento do produto ou serviço utilizando a modalidade de pagamento. A partir desta nova função, o cliente poderá mostrar o QR pagador para que a loja leia o código e assim o pagamento será feito.  

Como funcionará na prática? 

Com esta função, se você tiver uma cobrança pendente e estiver sem internet, voce poderá direcionar o QR Pagador para uma pessoa de sua confiança que possa te ajudar a quitar o débito mais rápido e sem maiores constrangimentos. 

Considerando a função mais básica do QR Pagador, que será de fato obrigatória para todos os bancos que participam do PIX, na prática funcionará assim: o pagador ou usuário acessará o internet banking do banco, ou seja, onde tem a chave pix cadastrada, desse modo, será gerado um QR Code para que o pagamento seja feito. Logo, o cliente deverá apresentar o QR Pagador ao caixa da loja ou outro estabelecimento. 

A versão básica já tem previsão de lançamento, será no mês de novembro de 2021. Vale ressaltar que a nova função ainda segue em fase de testes e também de consulta entre os setores onde a modalidade de pagamento é mais utilizada, portanto, onde a função terá muita importância. A princípio, o Banco Central lançará apenas estas duas versões, ainda não foi definido se outras versões podem ser lançadas em 2022, segundo alguns analistas, esta opção trará muitos benefícios para os usuários.   

Como esta nova função funcionará na modalidade de pagamento PIX? 

O QR Pagador funcionará na modalidade de pagamento PIX de duas formas: a versão básica, onde será obrigatório que todos os bancos que disponibilizem o PIX adicionem a função, porém, de forma moderada. A segunda versão será mais avançada, onde as instituições financeiras tem a opção de adicionar ou não, pois, está versão oferecerá mais opções para o cliente utilizar.  

Contudo, como os bancos participantes da modalidade de pagamento PIX ainda podem opinar sobre o funcionamento do QR Pagador, alguns detalhes podem mudar até o lançamento, segundo informações do Banco Central. 

Na versão básica da função, que será obrigatório para todos os bancos cada QR Pagador gerado pelo usuário só poderá ser usado uma vez, perdendo a validade após 5 minutos de uso, uma forma de proteger o usuário de possíveis golpes. O limite máximo por transação será no valor de R$ 200, porém se o usuário desejar, poderá reduzir este limite.  

Versão mais elaborada da função  

Modalidade de pagamento PIX
Fonte: PIX

Como já mencionamos a função será opcional para os bancos que participam do PIX, ou seja, estas instituições tem a opção de oferecer a versão avançada ou não para os usuários. 

Portanto, nesta versão o cliente poderá gerar vários códigos diferentes se o usuário precisar. O de uso único que terá validade de apenas 5 minutos, no valor do pagamento. A grande vantagem dessa versão é que o usuário poderá usar para pagamento de até R$ 2 mil, este QR Pagador terá validade de 7 dias.  

Essa versão será opcional inicialmente para os bancos participantes, porque, poderá trazer alguns transtornos, tendo em vista, que ele pode ser usado tanto pelo titular da conta como por terceiros. Uma vez que for utilizado pelo titular ou por terceiros, a função mais avançada terá validade de 90 dias para transações com limite de R$ 200. 

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos, familiares e em suas redes sociais. Em seguida, retorne ao nosso blog e aproveite nosso conteúdo sobre o universo das finanças e investimentos. Esperamos por você! Memivi; melhorando a sua vida.