Pandemia e tecnologia, CEOs anunciam novas contratações

Empresários parecem estar otimistas pós-pandemia, 60% dos CEOs querem contratar mais funcionários. Saiba mais!
Anúncios


Pandemia e tecnologia contratação de ceo
Fonte: Google

Antes de tudo, na intenção de conter o avanço da Covid-19, milhares de pessoas em todo o mundo se isolaram e com isso a cada dia que passa a tecnologia se faz mais presente na vida das pessoas. Como por exemplo, o trabalho remoto, aulas e encontros virtuais que serviram para mantermos o contato social e para evitar todo o dano mental causado pela pandemia. A verdade é que a pandemia e tecnologia estão de mãos dadas, o mundo tecnológico avançou consideravelmente depois do Coronavírus.

Dessa forma, o mercado de trabalho teve grandes mudanças com a pandemia do Coronavírus, o mercado foi impactado diretamente, os trabalhadores com baixa escolaridade e carentes de proteção social foram os principais a sofrerem com os impactos negativos. Mas houveram também impactos positivos, o novo mercado de trabalho gerou novos empregos, a maioria deles no âmbito tecnológico. As carreiras digitais têm crescido exponencialmente, áreas como marketing digital, vendas, programação e design são boas apostas para quem quer inovar ou entrar no mercado de trabalho.

Desenvolvimento tecnológico ca pandemia

Por conta da pandemia a tecnologia se desenvolveu muito antes do que a maioria dos CEOs esperavam. A ideia era que o mundo se automatizasse daqui há alguns anos, mas o cenário em que estamos vivendo adiantou todo esse processo e devido aos acontecimentos, a mudança do trabalho presencial para o remoto foi muito rápida.

Assim, para os profissionais conseguirem se manter no mercado, é preciso que acompanhem essas mudanças ou se capacitem e invistam em conhecimento em novas áreas do ramo tecnológico. Dessa forma, mais da metade dos CEOs do Brasil, em média 62%, acreditam na possibilidade de ampliar o quadro de funcionários das empresas pelos próximos 12 meses, dada a diminuição dos impactos trazidos pelo Coronavírus.

Foram entrevistados mais de 5mil diretores de empresas em mais de 100 países, alguns líderes pretendem fazer muitas contratações e outros, nem tantas. Os CEOs apresentam otimismo com a economia do país no próximo ano, além das expectativas em relação ao novo mercado e novos empregos que surgiram diante desse momento.

Compreenda mais sobre este assunto nos tópicos seguintes!

Transformação digital; o universo da Pandemia e tecnologia

A transformação digital, em termos simples, é a digitalização dos processos e da gestão de uma empresa, sendo assim, a companhia se migra para o ambiente digital e organiza a infraestrutura para solucionar com mais facilidade e agilidade os problemas de seus consumidores. Afinal, dados mostram que o meio tecnológico é o mais utilizado para se manifestarem e consequentemente as empresas mais digitalizadas são mais lucrativas no mercado.

As empresas precisam repensar o seu negócio e desenvolver um preparo para a era digital. É preciso manter o foco no cliente e entender, com análise de dados as preferências dos consumidores, e desenvolver bons produtos, serviços e soluções. Agilizar o processo de entrega também é importante, tendo auxílio operacional e estratégico, com a automação das tarefas dá para construir uma cultura melhor.

Alguns passos podem facilitar todas essas mudanças. Crie novos modelos de negócio, novas formas de operar e faturar; mantenha a conectividade com seus clientes e conquiste seu engajamento e espaço; tenha foco na experiência que seu consumidor tem e melhore o quanto puder; e, adote uma cultura de dados para uma tomada de decisão melhor.

O primordial é conseguir se adaptar, vivemos num mundo instável e a transformação digital capacita as empresas e seus colaboradores a acompanharem essas mudanças, flexibilizando os processos e mantendo destaque entre a concorrência. As ferramentas e recursos digitais estão potencializando a transformação com a coleta de dados, unindo setores e automatizando processos, fazendo com que a produtividade aumente e os custos reduzam.

Relação entre a pandemia e a tecnologia

contratação Pandemia e tecnologia
Fonte: Google

Durante a pandemia, houve uma piora na saúde mental da população. Assim, estudos mostraram que com o isolamento social, 40% dos brasileiros sentem tristeza e depressão frequentes; além disso 52,6% sentem frequentemente nervosos e ansiosos. Bem como, pesquisas apontam também que, o momento atual eleva as taxas de estresse da população. E visando essas estatísticas, a tecnologia ajudou mais uma vez, já que possibilitou a continuidade dos tratamentos psicológicos através de videochamadas.

Nesses momentos de isolamento a tecnologia se faz importante na vida das pessoas para manter a comunicação social daqueles que estão longe, assim também uma peça essencial na vida profissional e pessoal. Manter, por tanto tempo, distância de pessoas que amamos pode causar alguns efeitos negativos na saúde mental. Mas a possibilidade de manter conexão e fazer chamadas de vídeo, ameniza alguns desses sentimentos.

Com novos hábitos adotados, a demanda e busca de alguns serviços aumentaram. Por exemplo, professores e alunos se reinventam a cada dia para se adaptarem ao ensino à distância, da mesma forma que as empresas buscam novas funcionalidades para os trabalhadores que estão em home office. As lojas de vendas físicas precisaram migrar para o e-commerce. Dessa forma, fica claro o quanto a evolução da tecnologia foi importante para conseguirmos passar pela pandemia.

Investimento dos CEOs

Sobretudo, a transformação digital é uma realidade em muitas empresas, com todas as mudanças decorrentes da pandemia, a rotina de trabalho está sendo influenciada por tecnologias novas, que otimizam o tempo e facilitam o trabalho dos profissionais. O futuro exige que essas novidades sejam implantadas em todas as organizações para que se destaquem no mercado.

Os empresários têm como prioridade a ampliação dos investimentos no setor de transformação digital. 61% dos CEOs planejam um aumento de mais de 10% nos gastos do setor; e 24% dos CEOs pretendem aumentar moderadamente, entre 3% e 9%. As empresas vão solicitar mais qualidade dos funcionários, o que se torna a segunda prioridade, 47% dos CEOs planejam o aumento significativos desses investimentos e 33% investirão moderadamente.

Continuando nessa linha de raciocínio, podemos colocar a segurança e privacidade de dados como a terceira maior prioridade dos empresários; 47% dos CEOs pretendem ampliar bastante seus investimentos nesse setor, e 27% dos CEOs têm pretensões de ampliar as apostas moderadamente.

Conclusão

A pandemia e tecnologia trouxeram várias inovações para o mercado. No novo mercado de trabalho surgiram novos empregos, e outros ganharam mais importância, como as carreiras digitais. Com a revolução digital, as empresas melhoraram o desempenho e otimizaram processos, o que é bom para as companhias e para os colaboradores.

É essencial que a organização esteja dedicada a acompanhar e se adaptar a essas mudanças para manter a produtividade e gerar mais vantagens. A todo momento acontecem soluções novas no mercado, então o processo de inovação deve ser permanente para alcançar o sucesso desejado, sendo assim, as empresas investem cada vez mais em pesquisa e desenvolvimento para que os seus clientes tenham sempre as melhores experiências possíveis.

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos, familiares e em suas redes sociais. Em seguida, retorne ao nosso blog e aproveite nosso conteúdo sobre o universo das finanças e investimentos. Esperamos por você! Memivi; melhorando a sua vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *