Afinal, vale a pena aplicar na Ripple?

Afinal, vale a pena aplicar na Ripple? Torne a sua carteira de investimentos diversificada. Saiba mais aqui!

vale a pena aplicar na Ripple
Fonte: Criptomoeda Ripple – XRP

Hoje, as criptomoedas estão entre as tecnologias mais usadas para os acionistas diversificarem as suas carteiras de aplicações. Os investidores que estão acostumados com esse mercado sabem que é totalmente possível expandir a sua gama de investimentos, inclusive, dentro do segmento das moedas digitais.

Mas, afinal, vale a pena aplicar na Ripple? nesse artigo vou te explicar tudo o que você precisa saber sobre essa criptomoeda! Assim como, outras moedas digitais e Ripple possui as suas particularidades, a XRP ou Ripple possui um sistema de liquidação nos pagamentos bem diferente ao utilizado na bitcoin.

Sendo adotado pelos seus clientes devido a segurança que transmite e também pela agilidade e taxas mais leves cobradas entre as transações. 

Neste artigo, você saber um pouco mais sobre essa criptomoeda e se vale a pena aplicar na Ripple. Bem como, poderá tirar as suas dúvidas em relação aos investimentos com essa moeda digital, que vem conquistando cada mais acionistas no mercado de criptoativos, que segue em expansão.

Vale ressaltar, que segundo as projeções de alguns analistas esse mercado registrará um crescimento positivo em 2022. Mas antes de saber se vale a pena aplicar na Ripple, é importante saber como essa criptomoeda surgiu.

Essa moeda foi criada em 2012 pelo programador Jed McCaleb e o executivo Chris Larsen, trata-se de um código para pagamentos privados que foi elaborado por uma empresa que ficou conhecida no mercado por Ripple.

Boa parte das moedas virtuais ficaram bastante conhecidas no mundo por conseguirem transferir recursos no meio online! 

Saiba mais sobre a criptomoeda a seguir:

Como acontecem as transações da Ripple? 

Nesse sentido, na prática é um sistema que visa facilitar as transferências de criptomoedas, assim como das moedas físicas e inclusive um programa de milhas para pessoa física de vários países. Outra diferença, no sistema dessa moeda digital é que o seu protocolo também pode ser usado pelas instituições financeiras – ao contrário de outras moedas virtuais e os seus códigos que costumam utilizar um meio alternativo. 

Atualmente, cerca de 100 instituições utilizam o protocolo do Ripple como, por exemplo o banco mundialmente conhecido como o banco American Express e o tradicional Santander. De fato, as instituições financeiras mais antigas seguem investindo cada vez mais em acesso à tecnologia e buscam inovar em seus serviços.  

Portanto, o protocolo usado na Ripple funciona de maneira diferente do blockchain, que geralmente é usado nas transações com criptomoedas como a bitcoin, por exemplo. Mesmo com a sua inspiração é um pouco diferente.

Nas transações feitas com a bitcoin costumam levar algum tempo por conta da mineração. Já o protocolo do Ripple está associado a criptomoedas que já passaram pelo processo de mineração, por até 1.500 transações que ocorrem a cada segundo.  

Moeda digital Ripple 

Para os investidores que buscam apoiar esse protocolo de pagamento mais ágil que a Ripple, possui um meio mais eficiente de transferência de dinheiro entre os países, você pode comprar a criptomoeda oficial no sistema, que chamada de XRP. Segundo os compradores dessa moeda, o protocolo vem ganhando cada vez mais espaço. 

Sendo assim, veremos cada vez mais XRP em circulação pelo mercado financeiro! Essa moeda digital se tornou uma alternativa à bitcoin, pois, ela uma maneira mais rápida de transacionar os recursos desse mercado. Assim sendo, cada criptomoeda que oferece uma característica deferente da pioneira bitcoin, são conhecidas como alternative coins. Nesse contexto, a primeira altcoins surgiu em 2011 quando várias criptomoedas surgiram oferecendo para os seus usuários diferenciais.  

Dentre essas moedas estão: a IOTA, que a moeda virtual da Internet das Coisas e a Ether, que só funciona pela plataforma online conhecida por Ethereum. Assim como a bitcoin, a XRP é uma das criptomoedas de maior valor no mercado financeiro, portanto, todas as XRPs que estão circulando ocupam a terceira posição, avaliadas em cerca de R$ 46 milhões. Sendo o valor de cada unidade de XRP saindo por R$ 1, porém, esse valor pode mudar. 

Vale a pena aplicar na Ripple? 

vale a pena aplicar na Ripple
Fonte: Criptomoeda Ripple – XRP

Nesse sentido, os acionistas que investem boa parte dos seus recursos na XRP preveem uma valorização dessa moeda virtual. Tendo em vista que o seu uso é disseminado do protocolo de pagamentos Ripple. Sem falar na sua agilidade e facilidade de uso por vários bancos. Além disso, essa criptomoeda possui taxas mais baixas e para obter a XRP não necessário fazer a mineração. 

Essa moeda virtual chegou ao valor de R$ 15 a unidade, porém, já desvalorizou em mais de R$ 0,01. Por isso, antes de investir em criptomoedas é importante entender como esse marcado funciona, pois, a volatilidade nesse mercado é constante. Ou seja, vale a pena aplicar na Ripple se este for o seu perfil de acionista!

Por fim, para investir ou vender essa moeda virtual é necessário usar plataformas de compras e vendas de moedas digitais, mais conhecidas como exchanges. Boa parte das negociadoras da XRPs são: BCEX, MXC e RightBTC. Sendo assim, para investir nessa criptomoeda é preciso fazer o seu cadastro na exchange, no passo a seguir é necessário escolher o volume da XRPs que você deseja adquirir.  

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos, familiares e em suas redes sociais. Em seguida, retorne ao nosso blog e aproveite nosso conteúdo sobre o universo das finanças e investimentos. Esperamos por você! Memivi; melhorando a sua vida.