Você já ouviu falar em Crowdfunding imobiliário?

Os investidores imobiliários estão acostumados com essa palavra, e significa “financiamento coletivo de projeto imobiliário”, que possui muitas vantagens e alguns pontos negativos. Confira!
Anúncios


Fonte: Google

O Crowdfunding, tem como objetivo conseguir capital para realizar projetos imobiliários, que são iniciativa de interesses coletivos, através de fontes múltiplas de financiamento. É também conhecido como “vaquinha virtual” e possui muitas vantagens; bem como pontos negativos, por isso quem se interessar por esse tipo de transação, vale a pena conferir todos detalhes.

Desde sempre as pessoas falam que investir em imóveis é a melhor opção. Os mais antigos diziam inclusive que “quem compra terra não erra”, de fato este mercado é muito promissor. Por isso qualquer pessoa que pensava em onde aplicar seu dinheiro, não tinha dúvidas que essa era a melhor opção. No entanto, os anos se passaram e este mercado passou por mudanças.

Logo, o mercado imobiliário evoluiu, novas ferramentas surgiram para facilitar ainda mais a vida dos investidores. Afinal, antes as opções que eram poucas, agora o portifólio aumentou. Dessa forma, já existem os fundos imobiliários, muitos tipos de imóveis, inclusive o Crowdfunding, que é o assunto principal e que iremos dar maiores informações.

Portanto, você investidor que sempre viu este mercado como aplicações mais estáveis, consistentes e rentáveis, pode continuar acreditando. Isso porque, as mudanças foram para melhor, e como vimos, agora com muitas opções. Inclusive investimentos imobiliários tem se destacado diante de mercados de ações, assim como os de títulos no longo prazo. 

Investimentos imobiliários deixa de ser exclusividade de profissionais ou de pessoas ricas.

A princípio, essas oportunidades eram apenas de pessoas com alto poder aquisitivo. Isso quer dizer, os HNWI, “indivíduos com alto patrimônio líquido”, aos investidores institucionais, e também aqueles mais experientes, definidos até como profissionais. E para isso, existem muitas plataformas com conhecimento no mercado de imóveis, e as melhores possuem a opção de crowdfunding.

Sendo assim, para realizar investimentos de forma segura, qualquer pessoa inclusive iniciantes podem se cadastrar em plataformas como BRICKSAVE ou URBE.ME em alguns minutos. Além disso os valores iniciais serão determinados por cada instituição, em seguida pode financiar de forma coletiva a compra de algum imóvel. Assim, os retornos partirão das receitas com aluguel.

Também chamada de “vaquinha virtual” onde a instituição especializada capta recursos de vários investidores pessoas físicas, que emprestam dinheiro para determinada incorporação financiar algum empreendimento. Dessa forma as empresas passam ter melhor base de capital para seguir com os projetos. Além disso é em relação aos rendimentos que podem aumentar bastante pois, dependendo do quanto o imóvel valorizar durante o investimento, os valores serão repartidos entre todos os investidores envolvidos.

Crowdfunding: Conhecendo melhor a Urbe.me

Fonte: Google

Escolhemos falar dessa plataforma devido a experiência nesse tipo de investimento, pois desde 2019 a empresa trabalha como correspondente bancário. Trabalho no qual, quando um investidor adquire cota de certo projeto, garante título de renda fixa vinculado algum empreendimento. Além disso a Urbe.me é responsável pela realização de captações para bancar parte dos empreendimentos que estiverem disponíveis.

O que torna interessante esse investimento através dessas plataformas, é o fato de que realizam gastos. Em outras palavras, financiam uma etapa que muitas instituições financeiras tradicionais dificilmente pagam. Do mesmo modo, que tem grande importância por estar justamente o início do empreendimento, e se usam os recursos dos investimentos em crowdfunding. No caso da Urbe.me, as operações tem rentabilidades e prazos pré-definidos, que devem se definir junto a incorporação.

A plataforma adota um padrão totalmente diferenciado, com a participação nos lucros de cada projeto, o método funciona como uma rentabilidade a mais; em função da performance de cada negócio, que usa como base de cálculo o VGV (Valor Geral de Vendas). Por fim, na Urbe.me o crowdfunding imobiliário tem rentabilidade cerca de 13,7% ao ano, em operações concluídas.

Fique atento aos riscos

Embora pareça bastante atraente o retorno dos investimentos coletivos, é importante ficar atento aos riscos deste mercado. Por isso crowdfunding tem indicação para aqueles investidores com muito conhecimento. Isso são, investidores específicos que têm noção do ramo da construção, inclusive os riscos e benefícios.

Especialistas destacam que pode levar um tempo para o investidor ganhar dinheiro com esse tipo de negócio, devido os prazos da construção dos empreendimentos; isso por que muitos imprevistos podem acontecer no caminho. E essas plataformas atuam somente como intermediadora entre as incorporações e os investidores, não assumem nenhuma responsabilidade em relação a dívida. Isso significa que em caso de falência ou inadimplência o risco de crédito é da empresa administradora.

Por último, é preciso ficar atento aos golpistas deste mercado, existe fraudadores capazes de fazer planos de negócios com alto nível de complexidade. Bem como excelentes vídeos para mostrar a ideia e dessa forma convencer muitas pessoas a investir no projeto apresentado. Sendo assim, antes de aplicar dinheiro nesse tipo de negócio, estude bastante, busque o máximo de informações e referências possíveis, para evitar cair em uma “furada”.

Gostou do nosso artigo? Então, não deixe de compartilhar em suas redes sociais, com os seus amigos e ainda com os seus familiares. Em seguida, aproveite outros conteúdos para entender melhor sobre finanças, investimentos e conhecer serviços como, por exemplo; cartões de crédito, conta digital e empréstimo, tudo aqui em nosso blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *