Mercado Financeiro; tudo que você precisa saber.

Muito se fala em mercado financeiro, mas algumas pessoas não fazem ideia do que se trata. Quer saber mais sobre este assunto? Fique conosco até o final.
Anúncios


Guia mercado financeiro
Fonte: Google

A definição de mercado financeiro pode ser o ambiente que reúne várias instituições, entre estes tomadores de recursos e também investidores. Assim, esses que permite negociações (compra e venda) de diversos produtos financeiros como, ações, títulos públicos, fundos de investimentos e outros.

Para garantir que o sistema financeiro funcione de forma eficiente e segura, o mercado conta com o BC (Banco Central); uma das principais instituições da economia do Brasil. Muito se fala em “instituição” no mercado financeiro. Portanto, as instituições financeiras são organizações que otimizam alocações de capitais financeiros próprios ou de terceiros.

Essas empresas tem o papel intermediário entre os clientes e alguns serviços disponíveis no mercado como, empréstimos, emissão de cartões, financiamentos e muitos outros. Assim, entram nessa lista os bancos, fintech, cooperativas de crédito, corretoras de valores, contas de pagamentos e o próprio banco central.

No mercado existem as instituições financeiras, que devem ter seu reconhecimento pelo BC; e possui também um agente que procura sempre as melhores formas de aumentar seus recursos, estes são os investidores. Através de várias formas, qualquer pessoa pode se tornar um investidor. Partindo do ponto que o produto escolhido para aplicar o capital irá valorizar e gerar bons rendimentos. Esses que podem ser pré-estabelecidos de comum acordo entre as partes envolvidas.

Além dos investidores, no mercado existem os usuários financeiros, ou simplesmente clientes. Logo, as instituições financeiras oferecem muitos serviços e produtos, que os clientes usam; esses são disponibilizados mediante a cobrança de juros, taxas, tarifas e anuidades.

Aliás, toda movimentação, investimento em tecnologia e inovações das instituições é para conquistar maiores números de clientes.

Entenda como funciona o mercado financeiro.

Como dito, no mercado financeiro se pode comprar e também vender valores mobiliários, assim como câmbio, que são moedas estrangeiras. Além das mercadorias como, produtos agrícolas, ouro, gado e muito mais. Portanto, para que este mercado funcione, as instituições aproximam os agentes como os tomadores de recursos e investidores.

No entanto, é importante destacar que existe diferença entre os mercados. Logo, o mercado financeiro de forma geral engloba várias operações do sistema de finanças no Brasil, que são as transações cotidianas, créditos, financiamentos e afins. Enquanto o mercado de capital, o foco principal são as instituições financeiras, e os papéis que elas liberam como ações, títulos, Commercial Paper, debêntures.

Logo, os principais agentes do mercado podem ser divididos em três. Os primeiros são os emissores de títulos, trata-se das empresas de capital aberto, bancos e o governo. Dentre as instituições disponíveis, a Bolsa de Valores (B3 no caso do Brasil), é a responsável por oferecer aos investidores e emissores dos títulos. Bem como, a possibilidade de negociações (compra e venda), de papeis, moedas, mercadorias e contratos.

Corretoras, bancos e investimentos

Mercado financeiro
Fonte: Google

No entanto, no mercado brasileiro, os investidores necessitam de uma corretora para fazer algumas dessas transações. Enquanto os bancos, e fintech disponibilizam diversos serviços, inclusive de investimentos, crédito, financiamentos, consórcios e afins. Por último, os vendedores e compradores de títulos, que são negociadores que se dividem em vendedores e investidores.

Ambos são extremamente importantes para o mercado financeiro, tornando fundamentais para que as negociações aconteçam no mercado de capital. Assim como os clientes comuns, que usam outros serviços que movimentam a economia do país, fazendo empréstimos, financiamento, usando cartões de crédito e diferentes tipos de aplicações.

O que são investimentos? De forma simples, a definição em termos econômicos, são os capitais aplicados com intuito de obter bons rendimentos em determinados prazos. Logo, os investimentos tem um papel fundamental para a economia de qualquer país; principalmente quando acontece através de capital estrangeiro. Esses se dividem em renda fixa (possível prever rendimentos) e variáveis (não há como prever os rendimentos, maiores riscos).

Mercado e as áreas de atuação

O mercado financeiro possui diferentes áreas, que estão divididas em Mercado de: crédito, capital, monetário e câmbio. O mercado de crédito é responsável pelas negociações de recursos, e podem ser de curto, médio e longo prazo. Podendo ser para pessoas físicas ou jurídicas que buscam recursos para consumo próprio ou capital de giro, em caso de negócios.

No Brasil, o Banco Central tem a responsabilidade por fiscalizar e autorizar este mercado, por meio do Copom (Conselho de Política Monetária); que normaliza a taxa Selic e que incidem todos os empréstimos no país. Enquanto o Mercado de capitais, são os títulos, ações e outros produtos negociados na bolsa de valores através de corretoras.

O Mercado monetário, é conhecido como o local onde são realizados empréstimos a curto prazo, com vencimentos menores que 12 meses. O Mercado de câmbio, fica responsável por troca de moedas estrangeiras; portanto quando alguém precisa viajar para outros países, é preciso buscar neste mercado a moeda do país de destino.

Gostou do nosso artigo? Então, não deixe de compartilhar em suas redes sociais, com os seus amigos e ainda com os seus familiares. Em seguida, aproveite outros conteúdos para entender melhor sobre finanças, investimentos e conhecer serviços como, por exemplo; cartões de crédito, conta digital e empréstimo, tudo aqui em nosso blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *