Renda passiva na bolsa e os seus benefícios!

Neste artigo, vamos explorar mais sobre renda passiva na bolsa e quais os benefícios que ela pode trazer. Fique por dentro!
Anúncios


renda passiva na bolsa
Fonte: Google

O tão sonhado sucesso financeiro parece ser um objetivo muito difícil de alcançar não é mesmo? Bom, estamos aqui para te dizer que este objetivo não é tão difícil, como parece! Porém, exige um pouco de comprometimento, paciência e estudo sobre o mercado financeiro e por falar em mercado financeiro, hoje vamos falar um pouco mais sobre renda passiva na bolsa.

Segundo Warren Buffett, se você não fizer uma descoberta sobre uma forma de fazer dinheiro ao mesmo tempo que descansa, terá que trabalhar até o dia da sua morte. Na renda passiva enxergamos a referência igual a que Buffet fez na prática, fazer dinheiro enquanto dorme.

Atualmente, existem duas categorias de aplicações de renda passiva: participação e crédito. No crédito, você empresta o valor e vai receber o dinheiro predeterminado no futuro. Já na participação, você aplica o dinheiro e entra como sócio do investimento. Contudo, a receita no futuro não está predefinida igual ao crédito, porém você se torna sócio, caso os lucros forem altos todos recebem, está é uma das vantagens da renda passiva na bolsa.

Com a renda passiva na bolsa, o investidor recebe o dinheiro sem precisar dedicar muito tempo ou empenho, percebe quanto isso é interessante? Isso não quer dizer que investidores que investem na renda passiva viva sem produzir nada, ao contrário disso, quem tem esse padrão de vida tem a liberdade de se dedicar a outros projetos como, por exemplo, uma empresa ou até outros investimentos. Vamos explorar mais sobre a renda passiva e os seus benefícios? Leia mais abaixo!

Renda passiva ou renda ativa, qual é a melhor?

Para investidores mais novos, a renda passiva tem o costume de ser um valor irrisório, pois, o valor investido não gera quantidades colossais de retorno. Portanto, é comum novos investidores caírem nesta armadilha, não se engane! Aplicações seguem uma curva exponencial, porque são registrados pela lei de juros compostos.

Pode ser pouco inicialmente, mas passa a ter uma quantidade expressiva lá na frente. Muitos investidores mais antigos brincam com os grandes bilionários da bolsa, com relação aos seus cabelos brancos. Não é coincidência! Pois, demora de fato, por isso é fundamental ter paciência e planejamento.

A renda passiva possui um pouco mais de importância do que a renda ativa. Quando o investidor foca no curto prazo, a renda ativa é sempre maior. Todavia, começar a investir não se trata de ter sorte, mas sim de paciência, planejamento, trabalho e investimentos sábios.

Melhores rendimentos para renda passiva na bolsa

Quando o investimos focando na renda passiva, é comum pensar em dividendos. Isto ocorre quando aplicamos dinheiro em ações onde não pagamos os dividendos, a sua valorização não significa recebimento de dinheiro. Este recebimento só ocorre no momento em que as ações são vendidas.

Sendo assim, vamos listar alguns ativos que pagam dividendos regularmente: fundos imobiliários, que funcionam como se o acionista fosse o dono de bens imobiliários e recebesse aluguel por eles. Quando investimos em um fundo imobiliário, o acionista recebe proventos no total de 95%, equivalentes a todos os valores recebidos. Logo, os Flls são excelentes pagadores de dividendos.

Já o tesouro direto com juros por semestre, são divididos em duas categorias de tesouro, que, acabam funcionando como dividendos. O tesouro do índice Nacional de Preços ao Consumidor-IPCA somado aos juros por semestre e o tesouro prefixado com juros por semestre, ambos valorizam e desvalorizam conforme o mercado. Entretanto, a diferença é que você recebe duas vezes ao ano, eles pagam os juros por semestre, o que os economistas chamam de análogos dividendos.

renda passiva na bolsa
Fonte: Google

Escolha bons ativos de renda passiva na bolsa

Vimos que investir em renda passiva na bolsa, pode trazer muitos benefícios. À vista disso, vamos saber como escolher bons ativos na bolsa, tendo em vista o aumento no número de empresas listadas na bolsa de valores e também de fundos imobiliários, o acionista pode ficar um pouco confuso quando for elaborar a sua carteira de ativos.

Contudo, é possível contar variadas ferramentas para te ajudar nesse processo. Trata-se de um grupo de ativos que podem ser ações, títulos públicos, investimentos imobiliários, fundos entre outros. Nesta carteira o investidor pode diversificar os ativos de risco, levando tranquilidade ao acionista e uma menor volatilidade do seu patrimônio.

Por fim, com dedicação e estudos é possível investir em renda passiva na bolsa, o segredo está em elaborar uma carteira inteligente, onde as probabilidades joguem sempre ao seu favor e para isso acontecer, você precisará ter um pouco de paciência, estudar mais sobre educação financeira e se planejar.

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos, familiares e em suas redes sociais. Em seguida, retorne ao nosso blog e aproveite nosso conteúdo sobre o universo das finanças e investimentos. Esperamos por você! Memivi; melhorando a sua vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *