Como será o futuro das moedas oficiais?

Na globalização das moedas digitais, como será o futuro das moedas oficiais? Continue aqui para saber mais.

futuro das moedas oficiais
Fonte: Google

Um fato que se tornou claro desde que a pandemia do novo coronavírus chegou, é que será necessário ter um planejamento para moldar o papel da tecnologia no mundo. Nesse cenário, com a internet descentralizada e o surgimento das moedas digitais algumas pessoas já se perguntam. Afinal, qual será o futuro das moedas oficiais? Segundo alguns especialistas, devido a essa inovação na tecnologia ganhamos uma nova oportunidade para recomeçar. 

Portanto, os reguladores e legisladores podem aproveitar esse cenário e aproveitar as ferramentas disponibilizadas pela internet descentralizadas – a web3 para criar uma internet com mais possibilidades. Desse modo, gerando novas oportunidades e protegendo os dados dos usuários. Além disso, existe a possibilidade de que os reguladores e legisladores possam resolver os desafios mais críticos para a sociedade! 

Nesse sentido, alguns analistas acreditam que no futuro das moedas oficiais, elas podem se tornar mais uma ferramenta da tecnologia. Pois, existe uma possibilidade de que o mercado privado assume o papel de emitir essas moedas. Contudo, existem alguns fatores importantes que precisamos levar em consideração, mas, isso eu vou te explicar melhor ao longo do nosso artigo. 

Vale ressaltar que, existem alguns economistas que acreditam que no futuro das moedas oficiais, elas serão adicionadas e negociadas no mercado das moedas virtuais. De fato, o que não podemos negar é que tanto as moedas digitais como tudo que é criado pela tecnologia veio para ficar. Afinal, a cada dia o mercado das moedas digitais cresce! 

Moeda Virtual do Banco Central 

Assim como já mencionei boa parte dos analistas acreditam que após a chegada da moeda virtual do Banco Central o cenário das negociações pode mudar. Pois, Existe uma possibilidade de que o Governo passará a fazer parte do mundo da tecnologia com a CBDC – Central Bank Digital Currency. Entretanto, existem alguns fatores que precisam ser considerados são eles: a chegada de novas formas de pagamento vindo do segmento privado.  

Outro ponto muito importante e que merece atenção, é o fato de que o uso do dinheiro físico está diminuindo no dia a dia. Assim como, o sistema de pagamento online segue caindo no gosto dos consumidores devido a sua infraestrutura e segurança essenciais que está aumentando a cada dia mais! 

Nesse contexto, boa parte das propostas de CBDC não costuma usar a solução da blockchain! Pois, elas foram elaboradas monopolisticamente. Logo, podemos argumentar que existem formas de CBDC. Porém, elas não precisam de interfaces de programação significativas. Ainda nesse sentido, não existem CBDCs únicas, pois, ainda há alguns padrões em fase de testes. Desse modo, poderemos obter tokens descentralizados e centralizados com apenas alguns bancos com acesso a eles. 

Stablecoins 

futuro das moedas oficiais
Fonte: Google

Para quem não conhece as Stablecoins – trata-se de critptoativos diferentes! Ou seja, são moedas fiduciárias a finalidade desses criptoativos é diminuir a osciliação dos preços no mercado virtual. Desse modo, elas criam um novo meio de troca baseado no procedimento de troca de blockchain. Pois, como você certamente já sabe nesse mercado existe muita volatilidade. 

Portanto, muitos investidores passaram usar as stablecoins para estabilizar as constantes oscilações. Existem três categorias dessas moedas. Sendo uma delas, a colateralizadas – que possuem garantia, quando o investidor promete a entrega de um ativo físico. Por exemplo, USDC; TUSD e USDT. Contudo, pode haver riscos ao redor dessa cadeia. 

Por fim, uma questão relevante sobre as stablecoins quando comparada às CBDCs – está relacionado ao seu equilíbrio diante da centralização de descentralização. Atualmente, podemos acessar plataformas de streaming, por exemplo com mais facilidade e sem que seja preciso um satélite centralizado. Pois, hoje tudo isso pode ser feito graças aos avanços da tecnologia. 

Como será o futuro das moedas oficiais?  

Conforme o tempo passa e a tecnologia avança, uma das perguntas mais importantes que temos feito é: como será o futuro das moedas oficiais? Nesse sentido, podemos entender claramente a origem dessa pergunta. Pois, a criação de um sistema de pagamento e um mercado financeiro digital pode dificultar a continuidade do poder de algumas moedas. 

Afinal, com o passar do tempo o sistema financeiro acabou deixando muitas pessoas desbanalizadas! Sendo assim, à medida que os criptoativos foram surgindo temos visto a recuperação financeira de muitos investidores e empresas! Pois, umas das vantagens dos critptoativos é permitir um rápido acesso financeiro para pessoas que não tem conta em bancos, por exemplo!

Além disso, desde que as criptomoedas foram criadas temos visto cada vez mais pessoas investindo e criando as suas carteiras virtuais. Assim sendo, podemos afirmar que uma stablecoin baseada em contratos inteligentes podem garantir negociações seguras no mercado das moedas digitais. Atualmente, a capitalização aumentou em torno de 125 bilhões. Sendo assim, segundo alguns economistas nos anos a seguir poderemos acompanhar o crescimento ainda maior desse tipo de criptoativo! 

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos, familiares e em suas redes sociais. Em seguida, retorne ao nosso blog e aproveite nosso conteúdo sobre o universo das finanças e investimentos. Esperamos por você! Memivi; melhorando a sua vida.